Arrecadação

Arrecadações extras na formatura: veja como pagar até 50% da festa

Escrito por: Marina Holanda

O sonho de todos os formandos é realizar a tão esperada festa no fim da graduação, mas o pesadelo é levantar o dinheiro necessário para isso ao longo do curso. Entretanto, é possível facilitar essa tarefa e conseguir os recursos necessários indo além da estratégia e apostando em arrecadações extras na formatura

Não há dúvida de que arrecadar o total necessário para a festa é a principal pedra no sapato dos jovens. A principal fonte de investimento são os próprios formandos, que pagam uma mensalidade ao longo da graduação. Assim, quanto mais colegas aderirem, mais recursos a comissão de formatura vai conseguir. 

Ainda que seja um método tradicional entre todas as turmas e faculdades, há riscos que devem ser levados em conta pela organização. O principal deles é a inadimplência. Infelizmente não são todos os formandos que conseguem pagar em dia, o que desfalca o caixa da comissão.  

Além disso, a baixa adesão também dificulta a realização da festa. Imagina fazer orçamento para um evento grande, mas ao longo do tempo ter que cortar elementos e reduzir o tamanho porque não há recursos suficientes. Não há planejamento que resista a estas mudanças. 

Nesse sentido, as arrecadações extras na formatura se transformaram em uma alternativa interessante para a turma. Afinal, é possível pagar até 50% de toda a festa com uma estratégia eficiente e, claro, dependendo do orçamento estipulado pela comissão e aprovado por todos os colegas.

Isso não significa que a organização pode abrir mão da mensalidade e da negociação por melhores preços com fornecedores. Pelo contrário, o dinheiro levantado com essa estratégia deve ser vista como algo complementar, ou seja, como um fundo de reserva para eventuais problemas – mas que pode reverter em vantagens caso tudo ocorra dentro do planejado. 

+ QUER PAGAR A FORMATURA EM DIA? VEJA DICAS DE ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA

Antes de arrecadar, é preciso se estruturar 



Ok, ter uma grana a mais para fazer a formatura dos sonhos é interessante, mas antes de pôr a mão na massa e sair atrás dos recursos financeiros, é preciso adotar algumas medidas importantes. Não adianta arrecadar sem ter um planejamento e uma visão clara dos objetivos que essa verba busca atender. 

O primeiro passo é montar e organizar a comissão de formatura. Todas as principais funções, incluindo presidente e tesoureiro, devem estar ocupadas. Dessa forma, é possível delegar responsabilidades e permitir que as arrecadações extras na formatura fiquem centralizadas em torno do mesmo propósito. 

Além disso, é preciso ter cautela com a parte financeira. Antes de sair e arrecadar com estratégias alternativas, feche alguns contratos com formantes – até para ter ideia de preços e condições. Por fim, não se esqueça de definir onde esse dinheiro ficará guardado, ainda que temporariamente. 

Veja alternativas de arrecadações extras na formatura



A turma que deseja potencializar a arrecadação tradicional, feita a partir da mensalidade paga pelos formandos, tem à disposição diferentes recursos para isso. Confira algumas das principais opções: 

Rifas


Quem já passou pela graduação sabe que as rifas são marcas registradas dos formandos! Ela é bastante utilizada porque dá lucro com um trabalho simples. É ideal que os prêmios sejam bons, como celulares, que podem ser doados por pais, professores e até empresas. Dessa forma, basta estabelecer uma meta e sair vendendo. 

Eventos


As arrecadações extras na formatura também envolvem a realização de eventos para levantar dinheiro. Churrascos, pool party, festas temáticas e até atividades acadêmicas, como seminários, podem dar um bom retorno financeiro. Contudo, é preciso ter cuidado na organização para que os gastos não extrapolem o orçamento.  

Eventos on-line


Em tempos de pandemia, os eventos on-line substituem o tópico anterior por conta das restrições de atividades presenciais. Um seminário virtual com auxílio dos professores, por exemplo, pode ter a cobrança de ingresso para a participação dos interessados. Encontre a melhor plataforma e capriche na divulgação para atrair mais pessoas.  

Bazar de produtos usados 


Sabe aqueles livros ou roupas que não usa mais? Pois é, o formando pode vendê-los e levantar o dinheiro para sua própria formatura. Para aumentar a variedade de itens, solicite ajuda de amigos e familiares. Mas lembre-se que os produtos devem ter qualidade para atrair possíveis compradores! 

Vaquinha on-line


A tradicional vaquinha também ganha uma versão digital por meio do crowdfunding (financiamento coletivo). Nela, não é obrigatório oferecer algo em troca. O que vale é a capacidade de convencimento do formando para que as pessoas colaborem com uma determinada quantia. 

Produtos personalizados 


Uma alternativa interessante entre as arrecadações extras na formatura é a oferta de produtos personalizados. Hoje, é possível fazer canecas, camisetas, cadernos, entre outras coisas, de acordo com o gosto e o desejo das pessoas por um custo mais barato. Assim, basta fazer e vender via WhatsApp ou redes sociais para conseguir uma boa grana. 

+ QUER MAIS DICAS E INFORMAÇÕES SOBRE FORMATURAS? ACESSE NOSSO INSTAGRAM E YOUTUBE!

Veja como organizar a melhor formatura de todos os tempos! 


Conseguir um dinheiro a mais é importante, sem dúvida, mas a organização da formatura também passa pela capacidade dos jovens de tomarem as melhores decisões. Para isso, é importante contar com parceiros que ajudem nessa tarefa de realizar a melhor festa de todos os tempos. 

Nós, da Sua Formatura, oferecemos uma solução digital que cuida de diversos assuntos relacionados à organização. Com ela, é possível planejar desde a arrecadação e a parte financeira até mesmo a negociação de fornecedores e relacionamento com os colegas. Isso permite que o formando dedique mais tempo levantando o dinheiro. 

O que achou do texto? Como é o trabalho de arrecadação extra da sua turma? Conte para a gente e aproveite para conhecer os cinco passos para organizar a formatura!

ebook formatura em 5 passos

Marina Holanda
Marina Holanda

Relações Públicas, especialista em Comunicação Digital, produtora de conteúdo e amante de podcast.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *